O futuro do trabalho: como a realidade virtual (VR) transformará seu trabalho?

Frequentemente, uma inovação é lançada, mudando para sempre a maneira como trabalhamos. Assim como as máquinas industriais, as impressoras e os computadores pessoais, a tecnologia de VR foi projetada para revolucionar totalmente o aspecto e o funcionamento do seu escritório (se ele realmente “existir” no mundo físico).

Com a rápida evolução dos headsets, dos controladores e das interfaces, a VR alterará significativamente o dia a dia das pessoas na próxima década. Veja como ela pode impactar você:

Se você trabalha na área de saúde, especialmente saúde mental, a VR ajudará a tratar pacientes de maneiras totalmente inovadoras. O psicólogo Skip Rizzo é o diretor de realidade virtual na área de saúde da Universidade do Sul da Califórnia. Segundo ele, “O sistema de saúde está instável no momento. É necessário encontrar maneiras de reduzir os custos e melhorar os serviços oferecidos. A simulação de VR nos ajudará com isso”.

Rizzo usa a VR para trabalhar com pacientes diagnosticados com autismo, ansiedade e TEPT. Ao testar situação de estresse em uma simulação ou recriar traumas do passado para resolvê-los, é possível obter melhores resultados com os pacientes. A VR também é benéfica para enfermidades físicas. “Para derrames ou danos cerebrais, desenvolvemos atividades de VR que usam o corpo todo e que ajudam na recuperação, geralmente um processo frustrante e maçante, de maneira mais divertida, incentivando as pessoas a realizá-las”.

Se você é um designer ou engenheiro, a VR já está mudando a maneira como você trabalha com as pessoas. Atualmente, a colaboração tridimensional em vários continentes já é possível em espaços virtuais interativos. Empresas automotivas, como a Jaguar, usam a VR para otimizar o projeto de veículos com membros de equipes do mundo todo ajudando simultaneamente. Eles até apresentaram seu novo carro conceito I-Pace em realidade virtual para agradar aos fãs de automóveis, sendo o primeiro lançamento de produto desse tipo.

Esse sistema mais eficiente e intuitivo proporciona uma grande vantagem aos resultados da sua empresa. Segundo Steven Madge, vice-presidente da Dessault Systemes dos EUA, “A VR acelera o processo do projeto, portanto, seu produto pode ser lançado no mercado mais rapidamente”.

Se você é do setor jornalístico ou de entretenimento, a VR mudará a maneira como as pessoas absorvem ou interagem com as suas histórias. “Os filmes e os jogos serão absorvidos em um meio interativo”, destaca Jessica Ward, cofundadora da VRLA. “No futuro, todos os filmes com grandes orçamentos usarão um componente de VR, o que permitirá que você participe daquele mundo como um dos personagens”.

Como resultado, a realidade virtual oferecerá à maioria dos profissionais a oportunidade de ser produtivo de qualquer lugar e colaborar sem fronteiras. “Viajar de um escritório para outro por todo o país será muito mais raro”, comenta Eren Asku do Emblematic Group. “Será possível ter várias pessoas no mesmo ambiente fazendo uma apresentação em 3D em tempo real em qualquer lugar do mundo”.

Embora essas mudanças pareçam fictícias agora, Michael Gold, cofundador da Holojam Inc., explica que as reais possibilidades da VR ainda estão sendo criadas. “Estamos na etapa inicial do setor da realidade virtual. Eventualmente, cada vez mais pessoas usarão a VR em conjunto até ela estar presente em todos os escritórios”.