Os aplicativos de AR/VR no ambiente de trabalho

Por Daniel Newman, analista-chefe da Futurum Research

Patrocinado pela Dell

Tudo é possível com a realidade virtual (VR). Assim como a Niantic, Inc. deu vida aos Pokémon no mundo real para os usuários, uma empresa agora pode dar vida a suas ideias que até então eram inviáveis. O potencial dos aplicativos empresariais com tecnologias de realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR) é ilimitado, especialmente à medida que os engenheiros continuam a aprimorar o design e a capacidade de uso da AR/VR. Em todos esses anos como analista/aficionado por tecnologia, nunca estive tão empolgado como agora quanto ao potencial tecnológico da AR e VR no ambiente de trabalho.

Obtenha um ambiente de trabalho inteligente e moderno

Dados do estudo global Força de trabalho para o futuro da Dell mostram que a geração Y espera trabalhar em um escritório inteligente em um futuro próximo ou imediato. Os trabalhadores de hoje não consideram o ambiente de trabalho inteligente ou digitalmente conectado o bastante e acreditam que isso inibe a produtividade, a colaboração e a eficiência. Enquanto 47% da geração “baby boom” afirma que estaria disposta a usar as tecnologias AR/VR em suas vidas profissionais, 77% da geração Y se mostra disposta a usar esses produtos no ambiente de trabalho. Há um número crescente de profissionais nos países em desenvolvimento que estão dispostos a usar produtos de AR/VR (87%, para ser exato).

Quando o assunto é produtividade no ambiente de trabalho, 52% da geração Y acredita que os aplicativos de realidade virtual e realidade aumentada podem impulsionar a produtividade, em comparação com apenas 35% dos profissionais da geração “baby boom”. O Brasil foi o país que demonstrou maior crença de que a AR/VR pode aumentar a produtividade no ambiente de trabalho, com 74%, seguido da China, com 69%. Por outro lado, a Índia expressou o maior nível de preocupação de que a AR e VR podem reduzir a produtividade no ambiente de trabalho (22%).

As empresas globais podem ter uma percepção mista acerca dessa tecnologia, mas existe uma certeza: as empresas estão obtendo retorno (em inglês) sobre os investimentos feitos em AR e VR no ambiente de trabalho. Os líderes de mercado em vários setores estão obtendo ROIs positivos provenientes das ferramentas de AR e VR para:

  • Facilitar o acesso a dados sem intervenção manual para os funcionários
  • Criar experiências educacionais e de treinamento mais imersivas
  • Aprimorar o trabalho em equipe e a colaboração (entre funcionários remotos e no escritório)
  • Recompensar funcionários por realizar tarefas usando ludificação
  • Visualizar reparos e construções nos projetos que usem VR antecipadamente
  • Criar e testar novos produtos virtualmente
  • Oferecer test-drives e avaliações virtuais para os clientes

 
Aplicativos de realidade virtual, aumentada e mista têm a capacidade de aprimorar os negócios tanto para a empresa como para o cliente. A quantidade de aplicações criativas de AR e VR que podem beneficiar as marcas é ilimitada, seja com colaborações dinâmicas em tempo real em projetos ou clientes visitando lojas de varejo virtuais no conforto de suas casas.

Explore as inovações atuais de realidade virtual

Conforme as tecnologias de AR e VR começam a conquistar espaço graças aos avanços tecnológicos, todos os setores estão criando maneiras incríveis de integrar a realidade virtual com smartphones e headsets de VR. Os setores de saúde, construção, automóveis, aeroespacial, imobiliário, entretenimento, turismo e varejo estão começando a usar AR e VR para transformar o ambiente de trabalho. Esta é uma visão geral de algumas das aplicações de AR e VR pelas empresas (em inglês) que considero mais interessantes para aprimorar o ambiente de trabalho e a experiência do cliente:

  • Promova visitas a imóveis. As empresas imobiliárias podem promover uma visita virtual em uma propriedade para os potenciais compradores a fim de eliminar os custos de transporte, a inconveniência de viagens e as inaugurações que demandam muito tempo. Os potenciais clientes podem explorar a casa ou a propriedade comercial no conforto de um escritório imobiliário, fazendo visitas a quantas propriedades quiserem em questão de minutos. Podem fazer a visita em seu próprio tempo e revisitar os locais favoritos sem limitações de tempo. Além disso, mais de um potencial cliente pode aproveitar uma visita a uma propriedade privada ao mesmo tempo.
  •  

  • Design sem limites. O setor de construção está usando a VR para auxiliar nas etapas de design e construção, criando modelos tridimensionais da concepção da propriedade, e apresentar uma noção de como o prédio será antes mesmo da construtora começar as obras. A VR pode eliminar a necessidade de criar modelos físicos complexos, dispendiosos e demorados.
  •  

  • Faça um test-drive virtual pelas redondezas. Não quer esperar para fazer o test-drive do Ford GT 2017? Graças às concessionárias de última geração, você não precisa. Várias concessionárias estão usando a VR para permitir que os clientes façam test-drive de veículos antes mesmo que cheguem ao mercado. A VR e AR possibilitam vários aplicativos de teste no setor de automóveis e em muitos outros. Com a VR, as empresas podem fornecer aos clientes uma experiência de teste prático em menos tempo e sem consumir recursos.
  •  

  • Organize seus dados. Em uma esfera empresarial orientada por dados, organização é fundamental. Invista em um ambiente com realidade mista (MR) onde os funcionários possam manipular dados com as mãos em uma interface touchscreen. Se um ambiente completo de MR estiver fora do seu orçamento, os headsets de AR/VR dão conta do recado de preencher gráficos e imagens para manipular dados. Integrar AR e VR aos dados da empresa pode aprimorar a colaboração, eliminar o desperdício de tempo e promover uma experiência imersiva dos funcionários nas informações, isso sem falar que você pode reduzir os gastos com papel e impressão do seu orçamento.
  •  

  • Arrecadação de fundos com VR. Falei antes sobre o uso de uma campanha em VR da Anistia Internacional (em inglês) para impulsionar a arrecadação de fundos, mas vou mencioná-lo novamente por conta de sua estratégia inovadora. A Anistia usou um piloto em VR para mostrar imagens reais de um bombardeio na Síria, conectando as pessoas a um problema que está acontecendo a milhares de quilômetros de distância. Em resposta, isso gerou uma grande comoção entre os pedestres, aumentando o número de doações.

 

  • Aprenda a realizar novas cirurgias sem riscos. A Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) começou a usar a realidade virtual com os headsets Oculus Rift (em inglês) em 2015 para ensinar novas cirurgias delicadas. A UCLA usa VR em seu centro cirúrgico com um dispositivo chamado SNAP, que usa um ambiente de VR baseado em exames cerebrais reais. Os alunos podem entrar em um cérebro virtual e realizar as etapas da operação sem arriscar vidas ou desperdiçar tempo com cirurgias. A VR possibilita que os cirurgiões pratiquem essas cirurgias e aprimorem a precisão.
  •  

  • Transforme vidas. As cirurgias não são a única aplicação na área da saúde para a VR. Esse setor está capitalizando em cima da tecnologia virtual com várias outras aplicações, incluindo terapia de exposição para pessoas com fobia, reabilitação física de pacientes que sofrerem derrames e paralisia, tratamento para transtorno de estresse pós-traumático e controle da dor. Um dos meus exemplos favoritos da VR aplicada no setor de saúde foi quando a Expedia e o Jude’s Children’s Research Hospital se juntaram para enviar crianças com doenças terminais em aventuras em VR (em inglês) incríveis. A VR realmente está transformando vidas.
  •  

A AR e VR têm a capacidade de simplificar o ambiente de trabalho, otimizar a educação e o treinamento e conectar as pessoas ao que realmente importa. De criação e design a jogos e entretenimento, as realidades virtual e aumentada estão conquistando o mundo dos negócios. Meu conselho é aprender ao máximo sobre como a AR e VR podem ser aplicadas em seu setor e investir nessas tecnologias antes dos concorrentes.